Grupo fortemente armado explode agência da Caixa em São Gonçalo dos Campos - Rádio Liberdade FM Online

Grupo fortemente armado explode agência da Caixa em São Gonçalo dos Campos

Um grupo de homens fortemente armados explodiu a agência da Caixa Econômica Federal na madrugada desta terça-feira (20), no município de São Gonçalo dos Campos.

Em contato com o Acorda Cidade, o radialista André Silva que mora em São Gonçalo dos Campos, passou todos os detalhes da ação. Ele informou que a explosão aconteceu por volta das 3h.

“Eles estavam encapuzados, invadiram a cidade, invadiram a agência e o caixa eletrônico. Explodiram a área dos caixas, mas a explosão atingiu toda a agência e comprometeu toda a estrutura O grupo de assaltantes levou todo o dinheiro dos caixas eletrônicos.Foi uma madrugada de terror. A população ficou assustada no momento das explosões, e eles usaram dinamite. A agência ficou toda destruída e só agora de manhã, por volta 5h deu para ver todo o estrago”, afirmou.

O radialista declarou ainda que esta é a quarta explosão sofrida em agência da Caixa no município de São Gonçalo dos Campos. A última aconteceu há dois anos e a agência passou cerca de seis meses sem funcionar.

“A situação é realmente complicada. A polícia está no local, a Polícia Federal está colhendo detalhes e a informação é que no momento dessas explosões, inclusive, o que já é de praxe dos bandidos, é que uma parte veio fazer a explosão e a outra ficou nas duas delegacias da cidade”, acrescentou.

André Silva destacou também que além da explosão de hoje que deixou a população assustada, São Gonçalo dos Campos, vive uma onda de muitos homicídios que cria um clima de insegurança.

O major Hildon Lobão, comandante da 67ª Companhia Independente de Polícia Militar (67ª CIPM), relatou ao Acorda Cidade que a polícia apurou que de 8 a dez homens participaram da explosão. Parte deles explodiu o banco e a outra tentou intimidar os policiais na sede do pelotão. Ele informou que já existem informações sobre os líderes do grupo criminoso e que o grupo é o mesmo que está atuando na região do recôncavo.

“Estamos no encalço desses elementos já sabemos quem são seus líderes. Não descansaremos até pôr as mãos nesses marginais. Nós já tínhamos esse informe desde a semana passada que haveria o estouro de banco, caixa eletrônico, mas ali nós não sabíamos exatamente qual seria a cidade. Demos apoio a semana toda em Humildes já numa ação de prevenção a esses fatos, porém não aconteceu nos dias que a gente esperava, que seria sexta, sábado e domingo. Aconteceu hoje”, destacou.

Major Lobão comentou também que este tipo de explosão a agência eletrônica é um tipo de crime que tem um planejamento estratégico nos pormenores. Os assaltantes já estudam antes a rota de fuga, o depósito de dinheiro no banco, aonde é a sede da Polícia Militar, da Polícia Civil e o quantitativo do efetivo. Segundo ele, ações como essa, não acontecem da noite para o dia e são planejadas em até 40 dias de antecedência.

Por: R. Amaral/Márcia Chaves | Fonte: AcordaCidade | 20/04/2021