Ano letivo da Uefs terá aulas 100% presenciais e exigência de comprovante de vacinação - Rádio Liberdade FM Online

Ano letivo da Uefs terá aulas 100% presenciais e exigência de comprovante de vacinação

No último dia 12 de janeiro, o Comitê Emergencial Covid-19 da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), se reuniu para discutir o fluxograma de notificação para casos suspeitos de Covid e de gripe dentro da comunidade acadêmica.Este encontro foi realizado no intuito de preparar o campus para a chegada dos alunos e professores no próximo dia 21 de fevereiro, quando tem início o ano letivo 2022.1.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o reitor da Universidade, Evandro Nascimento, explicou que até o momento, todas as aulas estão liberadas para serem realizadas presenciais, mas em caso de alguma intercorrência, o modelo remoto pode ser adotado novamente. Também será exigido o comprovante de vacinação contra a covid-19.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

“Baseado em nosso histórico do semestre passado, temos em torno de 7.600 estudantes dos cursos de graduação e mais 1.100 estudantes de pós-graduação aqui na Uefs. Nós temos uma deliberação do Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão para que este retorno das aulas possa acontecer de forma presencial, mas caso venha acontecer de algum professor apresentar algum estado de comorbidade como está previsto em lei estadual, estes poderão permanecer com as atividades remotas, mas esperamos que tenhamos poucas turmas com professores que apresentem esta condição de saúde”, disse.

Segundo o reitor, a caderneta de vacinação será exigida para professores e servidores da unidade e os estudantes que deverão apresentar o comprovante do esquema vacinal completo, desde o ato da pré-matrícula.

“Assim como já está acontecendo em outras cidades, nós também iremos exigir o comprovante do esquema vacinal completo dos professores, servidores e dos estudantes, como forma de garantir toda a segurança da comunidade acadêmica. No momento em que o estudante for realizar a pré-matrícula, é necessário que ele também comprove o esquema vacinal, tudo isso através do sistema informatizado da própria Instituição. Dentro desse período, o estudante tem a validação da matrícula dele, caso isso não venha acontecer em comprovar o esquema vacinal, ele corre o risco de ter a matrícula cancelada, pois existem duas modalidades no qual ele pode estar comprovando isso, seja pelo portal do governo, que é o Conecte SUS ou vindo presencialmente aqui”, explicou.

O reitor Evandro Nascimento, salientou que é de suma importância que todas as medidas de segurança sejam utilizadas dentro do campus universitário.

“Eu gostaria de pedir aos nossos estudantes e toda a comunidade universitária, que mantenham as meidades sanitárias recomendadas para que possamos voltar às atividades presenciais, pelos ganhos da socialização, da qualidade e ensino-aprendizagem no espaço acadêmico, mas claro, mantendo a preservação da saúde. É necessário o uso obrigatório das máscaras, higienização das mãos, vacina em dias e sempre evitar aglomerações. Estas são decisões tomadas pela Uefs, mas também baseadas em um princípio legado que é defender a vida, defender a saúde pública. Ainda estamos vivendo nesse período de pandemia, negacionismo, fake news, portanto, cabe a população sobretudo a universidade como Instituição produtora de conhecimentos, fazer as coisas da forma correta, baseada na ciência e nos protocolos sanitários discutidos e aprovados”, concluiu.

Redação: Rádio SIM FM | 25/01/2022