Duas pessoas são mortas e três adolescentes são achados com sinais de tortura em casarão de Salvador

Polícia informou que dois dos suspeitos de atacarem as cinco vítimas foram presos. Maior parte dos adolescentes foi ferida com arma branca e um foi baleado.

Duas pessoas foram mortas e três adolescentes foram encontrados com sinais de tortura, dentro de um casarão localizado na tradicional Ladeira do Taboão, que liga o bairro do Comércio ao Pelourinho, Centro Histórico de Salvador. O caso ocorreu na noite de quarta-feira (15).

Conforme registrado no boletim da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), as pessoas que morreram não foram identificadas e os sobreviventes têm idades entre 16 e 17 anos.

De acordo com informações da 16ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Comércio), por volta das 19h, policiais militares da unidade foram acionados para atender a uma denúncia de tortura e homicídio dentro do casarão.

No local, a guarnição localizou três pessoas com sinais de tortura, ainda vivas, e as outas duas já mortas. Ao perceber a presença dos policiais, os autores dos crimes, que ainda estavam no local, efetuaram vários disparos de arma de fogo contra a guarnição. Na ação, um dos autores foi preso e conduzido para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Os demais conseguiram fugir.

A guarnição isolou a área e acionou o Serviço de Investigação em Local de Crime (Silc) para remoção dos corpos e realização da perícia.

Na manhã desta quinta-feira (16), a PM prendeu mais um dos suspeitos do crime, que será investigado pela Polícia Civil.

Das cinco vítimas, três foram feridos com arma branca, um foi morto a tiros e o outro foi morto a golpes de arma branca. O tipo de arma branca usada no crime não foi especificada.

Fonte:G1

Compartilhe
Comentários
Loading...
WhatsApp chat Fale conosco