Governo trava concursos até que Congresso aprove reforma administrativa - Rádio Liberdade FM Online

Governo trava concursos até que Congresso aprove reforma administrativa

Governo atrasa a realização de concursos públicos federais até que seja aprovada a reforma Foto: Luis Macedo | Câmara dos Deputados - Foto: Luis Macedo | Câmara dos Deputados

O governo federal tem a pretensão de atrasar os concursos públicos até que a reforma administrativa seja aprovada. O objetivo seria pressionar o Congresso para apreciar o texto para que os novos contratados sejam enquadrados nas novas regras previdenciárias.

Segundo o Estadão, o governo trabalha com a previsão de 60 mil aposentadorias de servidores públicos federais nos próximos três anos e, com isso, serão abertas novas vagas, fazendo com que a própria categoria aceitem as novas regras. O presidente da Républica, Jair Bolsonaro, garantiu que encaminhará a reforma ao Congresso Nacional nas próximas semanas.

Em entrevista, o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, ressaltou a importância da aprovação da reforma administrativa para que os novos integrantes se enquadrem nas regras.

“Uma vez que se começa concurso público, e a pessoa entra numa determinada regra, aquilo está praticamente definido pelos próximos 30 anos. Enquanto não aprovar a reforma, não vamos ter espaço para fazer novos concursos”, ressaltou o secretário.

O secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel, ressaltou que a ação de novos concursos públicos significa a criação de vínculos de 70 a 80 anos para os cofres públicos, levando em consideração o tempo de atividade do servidor, o período como aposentado, além das pensões.

[Por: R. Amaral | Fonte: ATarde | 17/02/2020]